Domingo, 24 Outubro 2021 | Login
Lançamento do livro Visões da obra de Helio Jaguaribe na ABL

Lançamento do livro Visões da obra de Helio Jaguaribe na ABL

A Fundação Alexandre Gusmão do Ministério das Relações Exteriores (Funag), o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) e a Academia Brasileira de Letras (ABL) promoverá o lançamento do livro “Visões da Obra de Helio Jaguaribe”, organizado pelo diplomata Sergio Eduardo Moreira Lima, no dia 14 de maio, quinta-feira, a partir das 17h 30min, no Petit Trianon – Avenida Presidente Wilson, 203- Castelo-Rio de Janeiro.

Figuram na obra ensaios de autoria dos Acadêmicos Celso Lafer e Candido Mendes, bem como do economista argentino Aldo Ferrar e do Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães.

Na ocasião, será realizada uma mesa-redonda, presidida pelo Acadêmico Embaixador Geraldo Holanda Cavalcanti, Presidente da Academia Brasileira de Letras, com a participação do Embaixador Sergio Eduardo Moreira Lima e dos Acadêmicos Candido Mendes de Almeida e Celso Lafer.

HELIO JAGUARIBE

Nono ocupante da Cadeira nº 11, eleito em 3 de março de 2005 na sucessão de Celso Furtado e recebido em 22 de julho de 2005 pelo acadêmico Candido Mendes de Almeida, Helio Jaguaribe de Mattos, nasceu no Rio de Janeiro, diplomando-se em Direito em 1946 pela Pontifícia Universidade Católica Em 1952 iniciou, com um grupo de jovens cientistas sociais, um projeto de estudos para a reformulação do entendimento da sociedade brasileira, fundando o Instituto Brasileiro de Economia, Sociologia e Política – IBESP, de que foi Secretário Geral e Diretor da revista do Instituto, Cadernos de Nosso Tempo, de relevante influência no Brasil e na América Latina de Stanford; e de 1968 a 1969, no MIT – Massachusets Institute of Tecnology.

De abril a setembro de 1992 foi Secretário de Governo (atualmente Ministério) de Ciência e Tecnologia.

Por sua contribuição às Ciências Sociais, aos estudos latino-americanos e à análise das Relações Internacionais, recebeu o grau de Doutor Honoris Causa da Universidade de Johannes Gutenberg, de Mainz, RFA (em 1983); da Universidade Federal da Paraíba (em 1992); da Universidade de Buenos Aires (em 2001).

Em 1996 foi agraciado, por sua contribuição às Ciências Sociais, com a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico.

Em 1999 o Ministério da Cultura conferiu-lhe, por sua contribuição ao desenvolvimento cultural do país, a Ordem do Mérito Cultural.

É autor de vasta obra, de que se destacam:

Brasil: Proposta de Reforma, Subsídios para Revisão Constitucional e Planejamento Estratégico (com outros autores). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.Desenvolvimento, Tecnologia e Governabilidade(com outros autores). São Paulo: Nobel, 1994. Eleições 1994: Cenários Políticos (com Francisco Weffort). São Paulo: Coordenadora de Comunicação e Eventos da FIESP/CIESP, 1994. Brasil Hoy: Perspectivas Sociales y Políticas, Implicancias sobre el Mercosur.FUNAN, 1994.Sagrado e Profano: XI Retratos de um Brasil Fim de Século(com outros autores). Rio de Janeiro: Agir, 1994. El Estado en America Latina(com outros autores). Buenos Aires: CIEDLA, 1995. Brasil, Homem e Mundo – Reflexão na Virada do Século. Rio de Janeiro: Topbooks, 2000. Argentina y Brasil en la Globalización (com Aldo Ferrer). Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2000.

Haverá transmissão direta pelo site www.academia.org.br

Fonte: Paulo de Tarso

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.