Quinta, 02 Dezembro 2021 | Login

De acordo com o boletim epidemiológico desta segunda-feira (22), a Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 172 novos casos de covid-19 e 11 mortes pela doença. O número de casos teve uma taxa de crescimento de +0,01%.

Dos 1.255.653 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.225.692 já são considerados recuperados, 2.720 encontram-se ativos e 27.241 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.614.043 casos descartados e 250.117 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda-feira. Na Bahia, 52.476 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Até às 18h desta segunda, a taxa de ocupação de UTI Covid adulto no estado é de 36%, com 193 leitos ocupados dos 536 disponíveis. Enquanto a taxa de enfermaria adulto é de 22% de ocupação, com 145 internados e 646 leitos disponíveis.

Vacinação

Por conta de uma atualização no sistema de envio de dados da vacinação, apenas 62 municípios fizeram o carregamento das informações relativas ao público vacinado. Desta forma, não será possível consolidar os dados relativos à vacinação nesta segunda-feira.

Até este domingo (21), 10.952.306 de pessoas tinham sido vacinadas contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose ou dose única. Esse dado representa 86,02% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas.

Publicado em Saúde

Por causa do feriado da Proclamação da República, a vacinação contra a covid-19 esteve suspensa por dois dias, mas será retomada com força total nesta terça-feira (16). Serão aplicadas primeira, segunda e terceira doses, das 8h às 16h, em diversos postos espalhados pela cidade.

Como primeira dose, podem tomar todas as pessoas com 12 anos ou mais. A segunda dose é destinada para aqueles que estão com data de retono marcada para 12 de dezembro, no caso dos imunizantes Pfizer e Oxford, e 17 de novembro, para Coronavac. Já a terceira dose está disponível para pacientes imunossuprimidos que tomaram a segunda dose até 12 de outubro; trabalhadores da saúde e idosos que foram completamente imunizados até o dia 15 de junho de 2021.

Mas antes de se dirigir para algum ponto de vacinação, não se esqueça de conferir se seu nome está na lista disponibilizada no site da Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (SMS) www.saude.salvador.ba.gov.br.

Nesta terça, não haverá vacinação no Med Móvel e na Estação da Lapa. Confira a estratégia completa:

1ª DOSE - REPESCAGEM PARA PESSOAS COM 18 ANOS OU MAIS

Drive-thru: Faculdade Universo (Avenida ACM).

Pontos fixos: UBS Pelourinho, USF Alto de Coutos II, USF Itacaranha, USF Cajazeiras XI, USF Fazenda Grande III, USF Itapuã, UBS Ministro Alckmin (Massaranduba), USF Joanes Leste, USF Ursula Catharino (Garcia), USF Professor Guilherme Rodrigues da Silva (Arenoso), UBS Castelo Branco, UBS Frei Benjamin (Valéria), UBS Mário Andrea (Sete Portas) e UBS César de Araújo (Boca do Rio).

1ª DOSE - ADOLESCENTES DE 12 a 17 ANOS; ADOLESCENTES COM COMORBIDADES; GESTANTES E PUÉRPERAS DE 12 A 17 ANOS OU MAIS

Drive-thrus: FBDC Cabula, 5º Centro de Saúde (Barris), Arena Fonte Nova (8h às 14h), Parque de Exposições (Paralela), Universidade Católica de Salvador (Pituaçu) e Vila Militar (Dendezeiros).

Pontos fixos: USF Teotônio Vilela II (Nova Brasília de Valéria), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Cajazeiras V, 5º Centro de Saúde (Barris), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Vista Alegre, USF Cajazeiras X, USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, USF Imbuí, CSU Pernambués, Universidade Católica do Salvador (Pituaçu), USF Jardim das Margaridas, USF Cambonas e UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim).

Ponto fixo exclusivo para gestantes, puérperas e adolescentes com comorbidades: USF Vila Matos (Rio Vermelho)

2ª DOSE OXFORD (APRAZADOS ATÉ 12 DE DEZEMBRO DE 2021)

Drive-thrus: Unijorge (Paralela) e FBDC Brotas

Pontos fixos: Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), USF Colinas de Periperi, USF Plataforma, USF Beira Mangue, UBS Ramiro de Azevedo (Campo da Pólvora), USF Pirajá, USF San Martim III, USF Curralinho, UBS Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras), Shopping da Bahia* (a partir das 9h), USF Boa Vista de São Caetano e FBDC Brotas.

2ª DOSE CORONAVAC (APRAZADOS ATÉ 17 DE NOVEMBRO DE 2021)

Drive-thru: Faculdade Universo (Avenida ACM).

Pontos fixos: UBS Pelourinho, USF Alto de Coutos II, USF Itacaranha, USF Cajazeiras XI, USF Fazenda Grande III, USF Itapuã, UBS Ministro Alckmin (Massaranduba), USF Joanes Leste, USF Ursula Catharino (Garcia), USF Professor Guilherme Rodrigues da Silva (Arenoso), UBS Castelo Branco, UBS Frei Benjamin (Valéria), UBS Mário Andrea (Sete Portas) e UBS César de Araújo (Boca do Rio).

2ª PFIZER (APRAZADOS ATÉ 12 DE DEZEMBRO DE 2021)

Drive-thrus: FBDC Cabula, 5º Centro de Saúde (Barris), Arena Fonte Nova (8h às 14h), Parque de Exposições (Paralela), Universidade Católica de Salvador (Pituaçu) e Vila Militar (Dendezeiros).

Pontos fixos: USF Teotônio Vilela II (Nova Brasília de Valéria), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Cajazeiras V, 5º Centro de Saúde (Barris), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Vista Alegre, USF Cajazeiras X, USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, USF Imbuí, CSU Pernambués, Universidade Católica do Salvador (Pituaçu), USF Jardim das Margaridas, USF Cambonas e UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim).

3ª DOSE - PACIENTES IMUNOSSUPRIMIDOS COM NOME NA LISTA E QUE TOMARAM A SEGUNDA DOSE ATÉ 12 DE OUTUBRO DE 2021

Drive-thrus: FBDC Cabula, 5º Centro de Saúde (Barris), Arena Fonte Nova (8h às 14h), Parque de Exposições (Paralela), Universidade Católica de Salvador (Pituaçu) e Vila Militar (Dendezeiros).

Pontos fixos: USF Teotônio Vilela II (Nova Brasília de Valéria), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Cajazeiras V, 5º Centro de Saúde (Barris), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Vista Alegre, USF Cajazeiras X, USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, USF Imbuí, CSU Pernambués, Universidade Católica do Salvador (Pituaçu), USF Jardim das Margaridas, USF Cambonas e UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim).

3ª DOSE - TRABALHADORES DA SAÚDE COM NOME NA LISTA E QUE TOMARAM A SEGUNDA DOSE ATÉ 15 DE JUNHO DE 2021

Drive-thrus: FBDC Cabula, 5º Centro de Saúde (Barris), Arena Fonte Nova (8h às 14h), Parque de Exposições (Paralela), Universidade Católica de Salvador (Pituaçu) e Vila Militar (Dendezeiros).

Pontos fixos: USF Teotônio Vilela II (Nova Brasília de Valéria), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Cajazeiras V, 5º Centro de Saúde (Barris), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Vista Alegre, USF Cajazeiras X, USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, USF Imbuí, CSU Pernambués, Universidade Católica do Salvador (Pituaçu), USF Jardim das Margaridas, USF Cambonas e UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim).

3ª DOSE - IDOSOS DE 60 ANOS OU MAIS COM NOME NA LISTA E QUE TOMARAM A SEGUNDA DOSE ATÉ 15 DE JUNHO DE 2021

Drive-thrus: FBDC Cabula, 5º Centro de Saúde (Barris), Arena Fonte Nova (8h às 14h), Parque de Exposições (Paralela), Universidade Católica de Salvador (Pituaçu) e Vila Militar (Dendezeiros).

Pontos fixos: USF Teotônio Vilela II (Nova Brasília de Valéria), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Cajazeiras V, 5º Centro de Saúde (Barris), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Vista Alegre, USF Cajazeiras X, USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, USF Imbuí, CSU Pernambués, Universidade Católica do Salvador (Pituaçu), USF Jardim das Margaridas, USF Cambonas e UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim).

Publicado em Saúde

Durante o período mais crítico da pandemia, 73 municípios baianos tiveram demanda de internação por covid-19 maior do que a oferta de leitos clínicos e de UTI públicos ou privados conveniados ao SUS. É o que mostra a Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC), realizada pelo IBGE em 2020 e divulgada na quarta-feira (10). Na lista, estão cidades como Camaçari, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Porto Seguro, Andaraí e Juazeiro. A lista completa pode ser conferida no final da reportagem.

Em 2020, todos os 409 municípios baianos que responderam à pesquisa sobre o tema covid-19 haviam registrado casos comprovados da doença e 388 cidades (94,9%) tiveram casos com necessidade de internação. Vale ressaltar que todos os 417 municípios registraram casos e mortes por covid-19.

Embora a incapacidade de leitos tenha sido registrada em quase 2 de cada 10 municípios baianos, foi menos frequente do que no país como um todo. No estado, a situação ocorreu com 18% dos municípios que responderam à pesquisa e, no Brasil em geral, com 22,0% dos municípios. A Bahia ficou com o 6º percentual mais baixo entre os estados.

Das prefeituras citadas acima, somente Camaçari respondeu ao contato. Através de nota, a assessoria disse que, através da Secretaria da Saúde, contratou 10 leitos de UTI covid-19 exclusivos para o município, implantou um Centro Intensivo de Combate ao Coronavírus, com outros 10 leitos de UTI e 2 leitos de estabilização, e também o Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus (CIEC) com 20 leitos clínicos e uma sala vermelha.

No mês de abril deste ano, no pico da segunda onda, Camaçari chegou a ter taxa de ocupação de 100% dos leitos e uma fila de espera de mais de 50 pessoas, por dia, na busca de um leito covid. A prefeitura acrescentou que, agora, a realidade é outra. “Não temos mais esses hospitais de campanha covid, como também não temos mais pacientes em fila de espera. Não temos procura diária por leitos covid”, finaliza a nota.

Adoção de medidas sanitárias

Segundo a pesquisa do IBGE, em 2020, 99,3% das prefeituras baianas adotaram medidas de isolamento social, seja por recomendação ou decreto. A taxa é superior aos 98,6% registrados nos municípios brasileiros em geral. Apenas 3 das 409 cidades da Bahia que responderam a essa pergunta da pesquisa disseram não ter adotado nenhuma medida de isolamento social para evitar a propagação da covid-19: Andaraí, Camacan e São Sebastião do Passé.

Na Bahia, dentre as medidas de isolamento social, a mais relatada foi o isolamento social por decreto, informada por 339 prefeituras no estado, 82,8% das que responderam.

A segunda medida sanitária mais adotada foi a instalação de barreiras sanitárias, adotada por 98% das cidades. No Brasil como um todo, 76,0% dos que responderam à pesquisa disseram ter instalado barreira sanitária em 2020.

Para tentar garantir a adesão às medidas de isolamento social, em 2020, quase 8 em cada 10 municípios na Bahia regulamentaram sanções em caso de desrespeito às normas - como multas, realização compulsória de exames e outros. Elas foram informadas por 313 das 409 prefeituras que responderam à pesquisa (76,5%).

Além de adotar o isolamento, implantar barreiras sanitárias e regulamentar sanções para quem descumprisse as normas sanitárias, todas as 409 prefeituras baianas que responderam sobre o tema covid-19 realizaram ao menos alguma ação de combate à pandemia. O uso obrigatório de máscara foi adotado por 95,8% das cidades baianas e a desinfecção de locais públicos e comércios por 91,2%.

A testagem da população ficou em terceiro lugar, informada por 353 cidades baianas (86,3% das que responderam); 351 prefeituras (85,8%) adquiriram testes para utilizar na população. Em quinto lugar, 346 prefeituras (84,6%) distribuíram cestas básicas ou crédito alimentar para as famílias de estudantes matriculados na rede pública municipal e creches parceiras.

“O resultado positivo é, sem dúvidas, um reflexo do trabalho responsável dos prefeitos baianos que travaram uma verdadeira luta contra o vírus, sobretudo no período mais crítico da pandemia”, afirmou o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeito de Jequié, Zé Cocá.

As prefeituras de Andaraí, Camacan e São Sebastião do Passé foram procuradas, mas não responderam ao contato. A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou que não comentaria os resultados da pesquisa e o CORREIO não conseguiu contato com o Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde da Bahia (Cosems-Ba).

Bahia tem o 6º maior índice de seca do país
Dos 417 municípios baianos, 410 responderam às perguntas da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC) sobre gestão de risco e resposta a desastres. A seca continuou sendo uma realidade para a maioria das cidades na Bahia. Em 2020, 289 municípios declararam ter sido atingidos pela seca nos últimos 4 anos (70,5%), sendo 2017 o ano de maior incidência, quando o problema atingiu 165 cidades. Apesar de o número de municípios afetados ser alto, ele foi 21,7% menor do que em 2017, quando 369 cidades baianas haviam informado ter sido atingidas pela seca nos 4 anos anteriores.

Em 2020, dentre os 26 estados (excluindo o Distrito Federal), a Bahia tinha o 6 o maior percentual de municípios que haviam sofrido com a estiagem. Rio Grande do Sul (88,9%), Rio Grande do Norte (86,2%) e Paraíba (81,2%) lideravam.

Na Bahia, a ação mais comum para evitar ou minimizar os danos causados pela seca foi a distribuição de água através de carros-pipa, que ocorreu em 222 municípios. Em 186 cidades, houve construção de poços e, em 148, a construção de cisternas. Apesar de a seca atingir a maioria dos municípios baianos, apenas 88 possuíam, em 2020, um Plano de Contingência e/ou Prevenção para a Seca (21,1%).

Outros resultados da pesquisa

A Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC), de 2020, também ouviu municípios baianos sobre temas como transporte, moradia e saneamento básico.

Confira alguns resultados:

74,5% dos municípios declaram que possuíam loteamentos irregulares e/ou clandestinos (aumento de 15% em relação à pesquisa de 2017)
22,8% dos municípios declararam possuir favelas, palafitas, mocambos ou assemelhados
A van é o serviço de transporte mais comum, presente em 89,2% dos municípios
Os transportes por aplicativo estão presentes em apenas 26 municípios (6% dos que responderam)
Apenas Lauro de Freitas e Salvador possuem metrô e só a capital possui serviço regular de trem
Apenas 8,9% dos municípios disseram ter frota totalmente adaptada para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida
19,4% dos municípios declararam possuir ciclovia ( número 132,4% maior que o de 2017)
A proporção de municípios com ciclovias na Bahia era a segunda maior do Nordeste, atrás apenas da verificada no Ceará (27,7%)

Municípios baianos onde demanda ultrapassou capacidade de leitos:

Adustina
Antônio Cardoso
Aporá
Arataca
Barra do Mendes
Barro Alto
Bom Jesus da Serra
Buritirama
Caém
Camacan
Camaçari
Camamu
Canarana
Cansanção
Carinhanha
Chorrochó
Coaraci
Cocos
Coração de Maria
Coribe
Dário Meira
Eunápolis
Feira de Santana
Iaçu
Ibicaraí
Ibipeba
Ibitiara
Ipiaú
Irará
Irecê
Itabela
Itabuna
Itamaraju
Itapetinga
Itapicuru
Itapitanga
Itaquara
Itiúba
Itororó
Jaguaquara
Jaguarari
Jeremoabo
Jiquiriçá
João Dourado
Juazeiro
Lauro de Freitas
Lençóis
Macajuba
Macaúbas
Maragogipe
Medeiros Neto
Mucuri
Nova Viçosa
Palmas de Monte Alto
Pau Brasil
Piatã
Pintadas
Porto Seguro
Potiraguá
Presidente Dutra
Rio do Antônio
Rio Real
Salinas da Margarida
São Félix do Coribe
Seabra
Sobradinho
Teixeira de Freitas
Ubaitaba
Uruçuca
Valença
Vereda
Wenceslau Guimarães
Xique-Xique

Publicado em Saúde

O diretor executivo do Programa de Emergências de Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan, afirmou que a batalha da Europa contra o novo coronavírus é uma "chamada de alerta" para o resto do mundo.

"É muito importante refletir sobre o exemplo da Europa, que representou mais da metade dos casos globais na semana passada, mas essa tendência pode mudar" disse Ryan. "Basta olhar para a curva epidemiológica da montanha-russa para saber que, quando se desce a montanha, geralmente se está prestes a subir outra", acrescentou.

No início deste mês, o mundo ultrapassou 5 milhões de mortes desde o inicio da pandemia, marca que o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, chamou de "novo limiar doloroso".

A circulação do vírus não cessou, e o aumento registrado de novas infeções dentro do território europeu demonstra a tendência: há uma nova onda de covid-19 a propagar-se. Com a aproximação do inverno, estação propícia à disseminação do SARS-CoV-2, a vigilância dos novos casos está na agenda dos governos europeus. Vários países estão se preparando para retomar as medidas restritivas aplicadas antes do verão.

França
A Europa voltou a ser o epicentro" da circulação do vírus, disse o porta-voz do governo francês, Gabriel Attal. O presidente Emmanuel Macron determinou que seja dada a dose de reforço da vacina aos franceses, de acordo com a imprensa local.

Desde outubro, o país assinala um aumento das infecções, com taxa de incidência de 62 casos por 100 mil habitantes, acima do limite de alerta.

O Parlamento aprovou definitivamente, na sexta-feira, a prorrogação do passe sanitário até 31 de julho. O prolongamento da validade do passe de saúde dependerá da campanha de vacinação de reforço

Alemanha
A Alemanha é outro país europeu a registrar um aumento de novos casos da doença.

Em um esforço para conter a transmissão, o ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, anunciou que todos os cidadãos no país serão elegíveis para a dose de reforço da vacina, logo que se passem seis meses da segunda dose.

"A quarta onda da covid-19 no país está agora em pleno vigor", afirmou Spahn em entrevista

Nessa segunda-feira (8), a taxa de infecção diária de covid-19 na Alemanha subiu para 201,1 casos por 100 mil pessoas, a maior desde o início da pandemia.

Leste Europeu
A nova onda na Alemanha reflete um aumento de casos da variante Delta em toda a Europa, com a situação especialmente preocupante no leste do continente, onde a cobertura de vacinação é mais baixa.

A Romênia e a Bulgária vacinaram totalmente apenas 40% e 27% dos adultos, respectivamente. As novas infeções também atingem níveis recordes na Rússia, Ucrânia e Grécia.

Áustria
Na Áustria, foi anunciado na última sexta-feira 5) que as pessoas que não foram vacinadas contra a covid-19 serão impedidas de entrar em cafés, restaurantes e cabeleireiros. Qualquer evento com mais de 25 pessoas, a partir do final da próxima semana, passa a ser ilegal.

É a resposta das autoridades ao aumento de novas infecções para o nível mais alto em 2021.

Dinamarca
A Dinamarca propôs restaurar o uso do "passe corona" digital. O documento deverá ser apresentado pelos dinamarqueses para entrar em bares e restaurantes. A medida está sendo retomada para conter a terceira fase da pandemia de covid-19 que atinge o país.

O número de infecções diárias aumentou de forma constante para 2.300 nos últimos dias, depois de, em setembro, registrar apenas cerca de 200 casos.

A Islândia também reintroduziu máscaras e regras de distanciamento social após o aumento de casos.

Reino Unido
Desde o final do verão que o Reino Unido tem resistido à implementação de medidas como uso de máscaras ou passes de vacinas, que se tornaram a tendência em toda a Europa, apesar do grande aumento de infecções por covid-19 no país.

O Reino Unido registrou mais 57 mortes em 28 dias e outros 32.322 novos casos de covid-19 , de acordo com os dados mais recentes do governo. Os dados representam queda nas infecções de 16,6% na semana passada, enquanto as mortes aumentaram 8,2%.

O Reino Unido está "muito longe" de pensar num confinamento de inverno, disse um assessor do governo de Boris Johnson. Ele alertou, no entanto, que é vital que qualquer pessoa elegível receba sua vacina de reforço.

*Com informações da RTP - Rádio e Televisão de Portugal

Publicado em Mundo

A Pfizer informou, nesta sexta-feira, 5, que uma pílula desenvolvida pela farmacêutica teve eficácia de 89% na redução do risco de internação ou morte entre pessoas com casos graves de covid-19. O anúncio é baseado em resultados preliminares de um estudo de fase 2/3 conduzido pela farmacêutica.

O antiviral, conhecido como Paxlovid, funcionou quando administrado três dias após o diagnóstico, de acordo com a empresa. Dos 1.219 adultos que participaram da pesquisa, dez que tomaram o placebo morreram, comparado com nenhum óbito entre os que receberam o remédio. Os testes também atestaram a segurança da substância.

A Pfizer afirmou que pretende solicitar autorização para uso da droga à Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos este mês.

Se autorizado pelas autoridades regulatórias, seriam dois comprimidos de covid-19 que as pessoas podem tomar em casa antes do final do ano para permanecer fora do hospital. Um antiviral da Merck e Ridgeback Biotherapeutics foi liberado para uso no Reino Unido esta semana e está para autorização nos EUA.

"As notícias de hoje são uma verdadeira virada de jogo nos esforços globais para deter a devastação desta pandemia", afirmou o CEO da Pfizer, Albert Boula. "Esses dados sugerem que nosso candidato a antiviral oral, se aprovado ou autorizado pelas autoridades regulatórias, tem o potencial de salvar vidas de pacientes, reduzir a gravidade de infecções de covid-19 e eliminar até nove em cada dez hospitalizações", acrescentou. Com informações da Dow Jones Newswires.

Publicado em Saúde

Apesar do avanço na vacinação, taxa de transmissão (Rt) do novo coronavírus no Brasil voltou a subir, segundo o monitoramento do Imperial College de Londres. O índice agora está em 1,04, o que significa que cada 100 pessoas com o vírus no país infectam outras 104.

Qualquer valor acima de um significa que o contágio está acelerando. Na semana passada, o país registrou índice de 0,68, o menor desde abril de 2020.

Além disso, a universidade britânica — que não estima dados relativos ao atraso nas notificações e ao período de incubação do vírus— afirma que a precisão das projeções pode variar de acordo com a qualidade da vigilância e dos relatórios de cada país.

Por ser uma média nacional, o Rt não indica que a doença esteja avançando nem retrocedendo da mesma forma nas diversas cidades, estados e regiões do Brasil.

Publicado em Saúde

O maestro Letieres Leite morreu por insuficiência respiratória depois de testar positivo para covid-19, segundo determinou exame no Instituto Médico Legal (IML). O instrumentista morreu na quarta-feira (27), aos 61 anos, em sua casa em Salvador.

Segundo familiares disseram à TV Bahia, o maestro estava se tratando em casa depois de ser diagnosticado com a covid. Ele sofria de asma crônica e fazia uso de remédio inalatório.

Letieres já tinha completado o ciclo vacinal e tomado a dose de reforço. Vale destacar que não existe vacina que protege 100% contra nenhuma doença. Os imunizantes reduzem riscos de infecção, hospitalização e morte, especialmente depois do ciclo finalizado com a segunda dose.

O corpo do artista foi liberado no final da manhã de hoje do IML. Uma cerimônia de cremação acontecerá no Cemitério Bosque da Paz hoje à tarde, restrita para familiares, também por conta dos protocolos contra disseminação da covid-19.

Carreira na música
Letieres artista era arranjador, compositor e também instrumentista. Ele comandava a Orkestra Rumpilezz, criada por ele.em 2006.

O maestro tinha uma trajetória que vai da música instrumental à MPB. Muitos artistas e figuras famosas prestaram homenagem ao instrumentista, que além de comandar a Rumpilezz, era instrumentista e gravou com muitos artistas das cenas local e nacional.

Muitos artistas e políticos lamentaram a morte de Letieres ontem. Ivete Sangalo, com quem Letieres trabalhou por 12 anos, como músico e arranjador, postou uma sequência de fotos em que aparece ao lado do maestro. "Meu amigo genial! Letieres Leite. Só aprendi coisas maravilhosas convivendo com você A Deusa música nos uniu e me presenteou com essa alma linda que é a sua. Estou triste por sua partida. Não esquecerei jamais as inúmeras contribuições à música e à minha carreira, pois o seu talento é poderoso demais. Nossas viagens e nossos segredos ????. Te amo maestro, por tudo e por nossa amizade eterna .Siga em paz"".

"É muito difícil falar de alguém que a gente quer bem e admira. Que trouxe tanta beleza e novidade. Criador do Rumpilezz, músico, arranjador e produtor musical talentosíssimo. Hoje é dia de chorar a partida de Letieres Leite e agradecer pelo seu legado. #letieresleite", escreveu Daniela Mercury.

O rapper Emicida compartilhou uma homenagem emocionada ao maestro. "Meu amigo e mestre Letieres Leite, nos deixou hoje. Meu peito está em frangalhos. Olhos cheios de água e uma saudade que a partir de agora, só aumenta. Obrigado por todas as aulas mestre. Não estou acreditando", escreveu, ao lado de uma foto de Letieres.

Publicado em Famosos

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 460 novos casos de Covid-19, de acordo com informações divulgadas no boletim desta quarta-feira (20), pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab).

Ainda segundo o boletim da Sesab, seis mortes foram registradas. Desde o início da pandemia, dos 1.241.122 casos confirmados, 1.211.931 já são considerados recuperados, 2.199 encontram-se ativos e 26.992 tiveram morte confirmada.

O boletim também contabiliza 1.563.787 casos descartados e 242.536 em investigação. Na Bahia, 52.215 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h desta quarta.

Ainda de acordo com a Sesab, com 10.446.513 vacinados contra a Covid-19 com a primeira dose ou dose única, a Bahia já vacinou 82.04% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254.

O boletim completo está disponível no site da Sesab e ou em uma plataforma online.

Leitos Covid-19
Com base no boletim desta quarta, a Bahia tem 1.348 leitos ativos para tratamento da Covid-19. Desse total, 344 estão com pacientes internados, o que representa taxa de ocupação geral de 26%.


Desses leitos, 582 são de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e estão com taxa de ocupação de 35% (201 leitos ocupados).

Nas UTIs pediátricas, 22 das 29 vagas estão com pessoas internadas, o que representa taxa de ocupação de 76%. Os leitos clínicos para adultos estão com 14% de ocupação e os infantis, com 45%.

Em Salvador, dos 365 leitos ativos, 124 estão ocupados (34% de ocupação geral). A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto é de 34% e o pediátrico está em 75%.

Ainda na capital baiana, os leitos clínicos para adultos estão com 20% de ocupação e, os pediátricos, estão com 80%.

Publicado em Saúde

Ainda é comum escutar que a covid-19 não atinge tanto assim as crianças. Mas, por mais que a maioria esmagadora das quase 27 mil vítimas da doença na Bahia não seja dos pequenos, cada uma dessas mortes representa um impacto em uma família, e, muitas vezes, uma criança que fica sem pai e/ou mãe. Entre 16 de março de 2020 e 24 de setembro de 2021, ao menos 646 crianças de até seis anos de idade na Bahia ficaram órfãos de um dos pais vítimas da covid-19. O estado ocupa o quinto lugar no ranking nacional de registros absolutos e a 18ª posição se considerados os números a cada 100 mil habitantes (confira a lista completa no final da reportagem).

Das 646 crianças, 21,3% (138) não tinham completado nem ao menos 1 ano. Já 15,6% (101) tinham 1 ano de idade, 16,5% (107) 2 anos de idade, 13,9% (90) 3 anos, 10,2% (66) 4 anos, 11,6% (75) tinham 5 anos e 9,9% (64), 6 anos. Os dados obtidos pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), foram levantados com base no cruzamento entre os CPFs dos pais nos registros de nascimentos e de óbitos feitos nos 685 Cartórios de Registro Civil do estado desde 2015, quando as unidades passaram a emitir o documento diretamente nas certidões de nascimento das crianças recém-nascidas em toda região baiana.

O levantamento aponta ainda que cinco pais faleceram antes mesmo do nascimento de seus filhos, enquanto três crianças, de até seis anos, perderam pai e mãe vítimas da covid-19. Esse é o caso da pequena Agnes, agora com 11 meses. A bisavó, a avó e a mãe dela morreram no intervalo de uma semana. O pai, que ficou internado por cerca de 40 dias, morreu no dia 18 de abril deste ano.

Agnes então ficou sob os cuidados do casal Maiquele e Kelly, que é irmã do pai biológico de Agnes. A bebê chegou com covid-19 e as duas também foram infectadas, mas todas se recuperaram bem. “Desde a hora em que recebemos a notícia do falecimento do pai, em nenhum momento a gente pensou em ver como ficaria a situação, já aceitamos a missão que Deus estava dando para a gente. Já tínhamos o plano de adotar daqui a uns cinco anos, mas não foi no nosso tempo, foi no tempo de Deus. Agnes é o que vem trazendo a nossa alegria diária diante de toda essa tragédia”, conta Maiquele de Jesus, 26 anos.

Mesmo tão pequena, segundo Maiquele, Agnes sente a falta dos pais. “Nas datas de falecimento a gente vê que ela chora, fica de dengo, eu acredito que ela sente. No dia em que a mãe dela faleceu, ela chorou o dia inteiro. Quando passa, ela volta a ser sorridente. Porque Agnes é muito alegre, não é de ficar chorando e abusando, é uma menina de luz, que traz paz diante das turbulências da vida”, acrescenta.

Com o consentimento do avô materno e da avó paterna, o casal entrou com um processo pela guarda de Agnes, que tinha 4 meses na época. A guarda provisória já foi concedida pelo período de um ano e já foi aberto o pedido da guarda definitiva. “Já estamos desde agora deixando a história dela bem aberta em casa. Revelamos fotos que ficam espalhadas aqui para ela ir crescendo e vendo as imagens dos pais. Quando ela tiver o entendimento, vamos sentar e conversar. Temos uma psicóloga que acompanha a família, isso tudo para que não seja um choque para ela”, afirma Maiquele.

Já Luan*, 5 anos, perdeu a mãe, Luana*, que faleceu de covid-19 em maio, aos 40 anos. Ele ficou sob os cuidados do pai, mas quase o perdeu também. A mãe e o pai do menino foram internados no mesmo dia. Ela faleceu uma semana depois, ele teve alta quase três meses depois.

“Os médicos pediam muito que a família orasse por ele, a gente realmente teve medo de que Luan* ficasse sem a mãe e sem o pai”, diz uma amiga de Luana*.

“Foi muito complicado porque o processo de recuperação do pai é lento, ele ainda não está 100%. Felizmente, ele tem uma rede de apoio muito forte formada por familiares e amigos, mas ela era o porto seguro da família”, diz a amiga.

Ela acrescenta outro fator que aumenta os desafios da família: Luan* é autista. “Isso faz com que ele demande mais cuidados. Vem sendo um desafio e ele é acompanhado por um psicólogo”, explica.

A mãe de Luan* e a amiga se conheceram na faculdade de pedagogia e o plano das duas era comemorar os 13 anos de formadas em julho de 2022, vislumbrando o fim da pandemia.

“A gente precisa parar de subestimar a pandemia e entender que ela ainda não acabou. O vírus continua matando, mesmo que de forma desacelerada. Mas a mensagem que eu deixo é para a gente acreditar na ciência, porque a vacina vem salvando muitas vidas. Infelizmente, ela chegou tarde no nosso país, não chegou a tempo de salvar minha amiga, que iria se vacinar na semana em que ela morreu”, finaliza a pedagoga.

Órfãos da covid-19 no Brasil

No Brasil, de 16 de março de 2020 a 24 de setembro de 2021, ao menos 12.211 crianças de até 6 anos de idade ficaram órfãs de um dos pais vítimas da covid-19. Segundo os dados levantados pela Arpen-Brasil, 25,6% dessas crianças que perderam um dos pais não tinham completado 1 ano. Já 18,2% tinham 1 ano de idade, 18,2% 2 anos de idade, 14,5% 3 anos, 11,4% 4 anos, 7,8% tinham 5 anos e 2,5%, 6 anos. Os números mostram ainda que 223 pais faleceram antes do nascimento dos filhos, enquanto 64 crianças até a idade de 6 anos perderam pai e mãe.

O presidente da Arpen-Ba, Daniel Sampaio, explica como os dados foram obtidos. “Nós temos um banco de dados tanto para óbito quanto para nascimento. A partir do número elevado de vítimas da covid-19 aqui no Brasil, decidimos fazer uma análise qualitativa desse banco de dados, cruzando algumas informações, para chamar a atenção da população e mostrar que o impacto vai além do número de mortos em si”.

Desde 2015, uma parceria da ARPEN Brasil com a Receita Federal possibilitou que o número de CPF das crianças fosse gerado por ocasião do registro de nascimento. Os cartórios de registro civil foram habilitados a emitir o CPF gratuitamente e, na emissão da certidão de nascimento, o CPF também é gerado, sendo interligado com o CPF dos genitores. “O que fizemos foi cruzar os CPFs dos genitores das crianças com os CPFs de pessoas que tiveram o óbito por covid-19 registrado nesse período de pandemia”, acrescenta Sampaio.

Desde o ano passado, vem se discutindo a possibilidade do Governo Federal prestar um suporte para as crianças que perderam seus pais para a covid-19. Ao final do seus trabalhos, a CPI da covid deve apresentar uma série de propostas a respeito da pandemia e, entre elas, uma pensão de R$ 1 mil para órfãos de vítimas do coronavírus.

A pensão para órfãos seria paga a qualquer a família que tenha ao menos uma criança ou um adolescente cujo genitor tenha morrido em decorrência da infecção por coronavírus e não tenha contribuído para a Previdência Social. O beneficiário receberia R$ 1 mil por mês até completar 18 anos.

Impacto sobre as crianças

A psicóloga e psicanalista Niliane Brito, da clínica Spazio Psi, destaca que cada criança vai sentir o impacto do luto dos pais de uma maneira diferente, então é preciso individualizar o cuidado e prestar atenção aos sinais que ela dá. “O luto para uma criança A não vai ser o mesmo para uma criança B, mesmo que elas tenham a mesma idade e tenham ambas perdido os pais para a covid. Mas é importante que haja uma despedida. Na covid esse ritual fica comprometido por conta do risco de contaminação, mas é fundamental que seja feito, mesmo que de outras formas”, afirma.

Segundo Niliane, a partir da perda, é comum que a criança perca a referência, ficando sem rumo. “Quando ela perde pai e mãe, por mais que vá para os cuidados de outra pessoa da família, vai ser uma nova configuração, com uma rotina modificada radicalmente”, diz. A partir disso, a criança pode desenvolver comportamentos não saudáveis que servem como sinal de alerta para os responsáveis buscarem o acompanhamento de um psicólogo. “O principal deles é a agressividade, com crianças que mordem ou beliscam. Muitas delas, independente da idade, às vezes não sabem externalizar corretamente suas emoções e o corpo acaba falando por elas”, coloca.

A psicóloga alerta ainda que, se o processo de luto não for corretamente vivido, o indivíduo pode desenvolver ansiedade, gatilhos, dificuldade de confiar nas pessoas e outros transtornos emocionais que terão impactos até a vida adulta. “Às vezes uma criança que perdeu o pai ou a mãe para a covid pode passar a se desesperar a qualquer sinal de doença, assim como pode também acreditar que foi abandonada ou desenvolver uma ansiedade muito grande em relação ao seu futuro”, finaliza.

A reportagem tentou contato com o Conselho Regional de Serviço Social da Bahia (Cress-Ba) para entender o que acontece com uma criança que perde pai e mãe, mas não teve sucesso. A Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-Ba) também foi procurada, mas não respondeu até o fechamento da reportagem.

Crianças até 6 anos que perderam os pais por covid-19 no Brasil:

Rondônia - 244 órfãos no total; 13,44 órfãos a cada 100 mil habitantes
Goiás - 809 órfãos no total; 11,22 órfãos a cada 100 mil habitantes
Mato Grosso - 378 órfãos no total; 10,59 órfãos a cada 100 mil habitantes
Acre - 99 órfãos no total; 10,91 órfãos a cada 100 mil habitantes
Amapá - 73 órfãos no total; 8,31 órfãos a cada 100 mil habitantes
São Paulo - 3.836 órfãos no total; 8,22 órfãos a cada 100 mil habitantes
Sergipe - 168 órfãos no total; 7,18 órfãos a cada 100 mil habitantes
Santa Catarina - 506 órfãos no total; 6,89 órfãos a cada 100 mil habitantes
Paraíba - 267 órfãos no total; 6,57 órfãos a cada 100 mil habitantes
Paraná - 753 órfãos no total; 6,49 órfãos a cada 100 mil habitantes
Distrito Federal - 199 órfãos no total; 6,43 órfãos a cada 100 mil habitantes
Amazonas - 271 órfãos no total; 6,34 órfãos a cada 100 mil habitantes
Espírito Santo - 258 órfãos no total; 6,27 órfãos a cada 100 mil habitantes
Tocantins - 88 órfãos no total; 5,47 órfãos a cada 100 mil habitantes
Roraima - 91 órfãos no total; 5,01 órfãos a cada 100 mil habitantes
Rio Grande do Sul - 567 órfãos no total; 4,94 órfãos a cada 100 mil habitantes
Rio de Janeiro - 774 órfãos no total; 4,43 órfãos a cada 100 mil habitantes
Bahia - 646 órfãos no total; 4,31 órfãos a cada 100 mil habitantes
Mato Grosso do Sul - 121 órfãos no total; 4,26 órfãos a cada 100 mil habitantes
Ceará - 385 órfãos no total; 4,16 órfãos a cada 100 mil habitantes
Pernambuco - 366 órfãos no total; 3,78 órfãos a cada 100 mil habitantes
Pará - 310 órfãos no total; 3,53 órfãos a cada 100 mil habitantes
Rio Grande do Norte - 112 órfãos no total; 3,14 órfãos a cada 100 mil habitantes
Alagoas - 97 órfãos no total; 2,88 órfãos a cada 100 mil habitantes
Minas Gerais - 579 órfãos no total; 2,70 órfãos a cada 100 mil habitantes
Piauí - 72 órfãos no total; 2,18 órfãos a cada 100 mil habitantes
Maranhão - 142 órfãos no total; 1,98 órfãos a cada 100 mil habitantes

Os Números são da ARPEN e a estimativa populacional do IBGE, divulgada em agosto deste ano


**Nomes trocados para preservar a privacidade das fontes

Publicado em Bahia

A Prefeitura de Salvador retoma nesta quarta-feira (13) a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 para pessoas com 18 anos ou mais; para gestantes e puérperas com 12 anos ou mais, além dos jovens de 12 a 17 anos com e sem comorbidades ou deficiência. Todos deverão estar com o nome na lista da Secretaria Municipal da Saúde.

A busca ativa por adolescentes de 12 a 17 anos nas instituições de ensino da rede municipal também será retomada nesta quarta-feira (13).

A aplicação das 2ª doses Oxford, Pfizer e Coronavac segue normalmente o fluxo.

Os idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde e pacientes em hemodiálise com nome na lista da SMS também seguem com acesso a 3ª dose normalmente. Quem completou o esquema vacinal em casa, através do serviço do Vacina Express, não precisa fazer nova solicitação, uma vez que a administração da terceira dose acontecerá automaticamente.

Para os indivíduos que tomaram a 1ª dose em outros municípios, a SMS continua com o fluxo de realizar a solicitação da 2ª dose através do cadastro na Ouvidoria da Saúde. A liberação da imunização dessas pessoas está sendo feito de forma gradativa.

Aquelas que estão na mesma situação citada e que ainda não fizeram o cadastro na ouvidoria devem fazê-lo através do site http://www.saude.salvador.ba.gov.br/fale-com-a-ouvidoria/, informando os seguintes dados: nome completo; CPF; data da 1ª dose e do aprazamento da 2ª dose; nome da vacina; local em que tomou a primeira e telefone de contato. Após esta etapa, aguardar contato da SMS informando dia e local do fechamento do esquema vacinal. Aqueles que já fizeram o cadastro mas ainda não receberam contato da ouvidoria, devem aguardar a comunicação para o agendamento.

1ª DOSE

ADOLESCENTES SEM COMORBIDADES DE 12 A 17 ANOS – 08H ÀS 16H

SERÃO IMUNIZADOS APENAS AS PESSOAS QUE TIVEREM COM O NOME NA LISTA DO SITE DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE.

VALE SALIENTAR QUE OS MENORES DE 18 ANOS DEVERÃO SER ACOMPANHADAS PELOS PAIS OU OUTRO RESPONSÁVEL DE MAIOR IDADE DURANTE O ATO DA VACINAÇÃO. PARA COMPROVAÇÃO DA RESPONSABILIDADE, O PAI OU A MÃE DEVEM APRESENTAR DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO ORIGINAL COM FOTO NO MOMENTO DA IMUNIZAÇÃO. NO CASO DE OUTRO RESPONSÁVEL MAIOR DE IDADE, ALÉM DO DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO COM FOTO, SERÁ NECESSÁRIO APRESENTAR AINDA UMA DECLARAÇÃO DE RESPONSABILIDADE, QUE PODE SER FEITA MANUALMENTE.

Drives: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo, Arena Fonte Nova e FBDC Cabula.

Pontos Fixos: USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos II), USF Beira Mangue, USF Fernando Filgueiras (Cabula VI), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Yolanda Pires, Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), 5º Centro de Saúde (Barris), USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (a partir das 9 horas), UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.

GESTANTES E PUÉRPERAS: 08H ÀS 16H

Obedecendo nova recomendação do Ministério da Saúde SOMENTE PODERÃO buscar os pontos de imunização, as GRÁVIDAS E PUÉRPERAS (até 45 dias pós-parto) que tiverem prescrição médica para receber a vacina.

Para ter acesso ao imunizante, todas as gestantes e puérperas devem ter idade igual ou superior a 12 anos, estar com os nomes no site da SMS e no ato da vacina apresentar documento oficial de identificação com foto, além de:

Gestantes: devem também apresentar OBRIGATORIAMENTE cópia impressa da prescrição médica.

Puérperas: devem também apresentar OBRIGATORIAMENTE cópia impressa da prescrição médica e Declaração Nascidos Vivos (DNV) ou certidão de nascimento do bebê.

OBSERVAÇÕES:

ESTÁ SUSPENSA A VACINAÇÃO PARA GESTANTES E PUÉPERAS COM O IMUNIZANTE OXFORD/ ASTRAZENECA/JANSSEN.

Vale salientar que as gestantes e puérperas menores de 18 anos deverão ser acompanhadas pelos pais ou outro responsável de maior idade durante o ato da vacinação. Para comprovação da responsabilidade, o pai ou a mãe devem apresentar documento de identificação original com foto no momento da imunização. No caso de outro responsável maior de idade, além do documento de identificação com foto, será necessário apresentar ainda uma declaração de responsabilidade, que pode ser feita manualmente.

Drives: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo, Arena Fonte Nova e FBDC Cabula.

Pontos Fixos: USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos II), USF Beira Mangue, USF Fernando Filgueiras (Cabula VI), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Yolanda Pires, Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), 5º Centro de Saúde (Barris), USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (a partir das 9 horas), UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.

ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS COM COMORBIDADES E/OU DEFICIÊNCIA PERMANENTE COM NOME CADASTRADO NO SITE DA SMS: 08H ÀS 16H

Vale salientar que os menores deverão ser acompanhados pelos pais ou outro responsável de maior idade durante o ato da vacinação. Para comprovação da responsabilidade, o pai ou a mãe devem apresentar documento de identificação original com foto no momento da imunização. No caso de outro responsável maior de idade, além do documento de identificação com foto, será necessário apresentar ainda uma declaração de responsabilidade, que pode ser feita manualmente.

Drives: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo, Arena Fonte Nova e FBDC Cabula.

Pontos Fixos: USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos II), USF Beira Mangue, USF Fernando Filgueiras (Cabula VI), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Yolanda Pires, Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), 5º Centro de Saúde (Barris), USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (a partir das 9 horas), UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.

REPESCAGEM DAS PESSOAS DE 18 ANOS OU MAIS : 08H ÀS 16H

A Secretaria Municipal da Saúde também realiza a repescagem das pessoas com 18 anos ou mais. Para ter acesso às doses é necessário estar com o nome na lista do site da SMS.

Drive: Uninassau (Pituba)

Pontos Fixos: UBS Pelourinho; USF Terreiro de Jesus; USF Alto de Coutos II; USF Itacaranha; USF Cajazeiras XI; USF Fazenda Grande III; USF Itapuã; UBS Ministro Alckmin (Massaranduba); USF Joanes Leste; USF Úrsula Catharino (Garcia); USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina); USF Estrada das Barreiras; USF Prof. Guilherme Rodrigues da Silva (Arenoso); UBS Castelo Branco; USF São Marcos; USF San Martim I; UBS Marechal Rondon; UBS Frei Benjamin (Valéria);USF Candeal Pequeno; UBS Mario Andrea (Sete Portas); UBS Cesar de Araújo (Boca do Rio); USF Parque de Pituaçu.

2ª DOSE OXFORD – 08H ÀS 16H

As pessoas que estão com a data de reforço da vacina contra a Covid-19 da OXFORD programada para até o dia 08 DE NOVEMBRO já podem procurar os pontos de imunização para receber a vacina.

Drives: Vila Militar (Dendezeiros), Shopping Bela Vista, FBDC Brotas e Unijorge (Paralela)

Pontos fixos: USF Colinas de Periperi, USF Plataforma, UBS Ramiro de Azevedo, USF Pirajá, USF San Martim III, USF Curralinho, FBDC Brotas e UBS Nelson Pihauy Dourado.

2ª DOSE CORONAVAC – 08H ÀS 16H

Amanhã todas as pessoas que estão com a data de reforço da vacina contra a Covid-19 da CORONAVAC programada para até o dia 14 DE OUTUBRO DE 2021 já podem procurar os pontos de imunização para receber a vacina.

Drive: Uninassau (Pituba)

Pontos Fixos: UBS Pelourinho; USF Terreiro de Jesus; USF Alto de Coutos II; USF Itacaranha; USF Cajazeiras XI; USF Fazenda Grande III; USF Itapuã; UBS Ministro Alckmin (Massaranduba); USF Joanes Leste; USF Úrsula Catharino (Garcia); USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina); USF Estrada das Barreiras; USF Prof. Guilherme Rodrigues da Silva (Arenoso); UBS Castelo Branco; USF São Marcos; USF San Martim I; UBS Marechal Rondon; UBS Frei Benjamin (Valéria);USF Candeal Pequeno; UBS Mario Andrea (Sete Portas); UBS Cesar de Araújo (Boca do Rio); USF Parque de Pituaçu.

2ª DOSE PFIZER – 08H ÀS 16H

As pessoas que estão com a data de reforço da vacina contra a Covid-19 da PFIZER programada para até o dia 08 DE NOVEMBRO já podem procurar os pontos de imunização para receber a vacina.

Drivers: Universidade Católica de Salvador (Pituaçu), Parque de Exposição, Faculdade Universo e PAF Ondina

Pontos fixos: USF Sérgio Arouca, USF Tubarão, USF Vista Alegre, USF Cajazeiras X, USF Santa Luzia, Universidade Católica (Pituaçu), USF João Roma Filho (Jardim Nova Esperança), USF Vale do Matatu, USF Federação, USF Imbuí e CSU Pernambués.

3ª DOSE: PESSOAS COM 60 ANOS OU MAIS – 08H ÀS 16H

A aplicação da terceira dose será administrada em idosos com 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose até o dia 30 DE ABRIL DE 2021. Antes de se dirigirem aos postos devem conferir se o nome está na lista do site da SMS.

Para este público também está disponível o serviço Vacina Express, assim como para os indivíduos acamados ou com dificuldade de locomoção. Não é necessário realizar um novo cadastro no sistema quem já teve acesso ao serviço, a equipe retornará automaticamente. O site é o http://vacinaexpress.saude.salvador.ba.gov.br.

Drives: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo, Arena Fonte Nova e FBDC Cabula.

Pontos Fixos: USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos II), USF Beira Mangue, USF Fernando Filgueiras (Cabula VI), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Yolanda Pires, Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), 5º Centro de Saúde (Barris), USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (a partir das 9 horas), UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.

3ª DOSE: PACIENTES EM HEMODIÁLISE – 08H ÀS 16H

Pode se dirigir ao ponto aqueles que receberam a 2ª dose até o dia 11 DE SETEMBRO DE 2021. É necessário ter o nome na lista do site da Secretaria Municipal da Saúde.

Drives: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo, Arena Fonte Nova e FBDC Cabula.

Pontos Fixos: USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos II), USF Beira Mangue, USF Fernando Filgueiras (Cabula VI), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Yolanda Pires, Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), 5º Centro de Saúde (Barris), USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (a partir das 9 horas), UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.

3ª DOSE: TRABALHADORES DA SAÚDE – 08H ÀS 16H

Pode se dirigir ao ponto aqueles que receberam a 2ª dose até o dia 30 DE ABRIL DE 2021. É necessário ter o nome na lista do site da Secretaria Municipal da Saúde.

Drives: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo, Arena Fonte Nova e FBDC Cabula.

Pontos Fixos: USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos II), USF Beira Mangue, USF Fernando Filgueiras (Cabula VI), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF São Cristóvão, USF Yolanda Pires, Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), 5º Centro de Saúde (Barris), USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (a partir das 9 horas), UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.

Publicado em Saúde
Pagina 1 de 22