Domingo, 24 Outubro 2021 | Login
Inscrições para o Fies 2021 começam nesta terça-feira (27)

Inscrições para o Fies 2021 começam nesta terça-feira (27)

As inscrições para o novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do 2º semestre de 2021 começam nesta terça-feira, 27. Candidatos que, entre 2010 e 2020, obtiveram nota média igual ou superior a 450 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem se inscrever até às 23h59 de sexta-feira, dia 30. Os pré-selecionados serão divulgados no próximo dia 3 de agosto. Nesta edição são oferecidas 69 mil vagas em mais de 1,3 mil instituições privadas de ensino superior. Interessados devem realizar a inscrição através do portal do programa. (http://portalfies.mec.gov.br).

Também podem concorrer ao financiamento, desde que atendam às condições previstas no edital, candidatos que já concluíram o ensino superior, tenham sido beneficiários de financiamento estudantil ou sejam bolsistas parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni). Por outro lado, os que zeraram a redação do Enem ou fizeram o exame na condição de treineiro não podem se inscrever.

Inscritos que não forem selecionados na chamada única serão incluídos em uma lista de espera e podem ser convocados entre os dias 4 e 31 de agosto.

Instituído em 2001, pela Lei nº 10.260, o Fies tem como objetivo conceder financiamento estudantil em cursos superiores particulares. As instituições aderentes precisam ter avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação (MEC). O novo Fies divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando, segundo o governo federal, juros zero a quem mais necessita e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato.

Quem pode participar
Podem se inscrever candidatos que participaram do Enem entre 2010 e 2020 e tenham obtido nota média igual ou superior a 450, além de nota superior a zero na redação. Existem restrições relativas à renda familiar bruta mensal por pessoa, que não pode ultrapassar três salários mínimos e nem ser inferior a um salário mínimo. Têm prioridade na seleção candidatos que não tenham concluído o ensino superior e nem tenham sido beneficiados pelo financiamento estudantil anteriormente.

Como se inscrever
Para se candidatar, é necessário acessar o sistema de inscrição por meio do site do Fies. Em seguida, clicar nas opções "Minha Inscrição" e "Fazer Cadastro". O candidato será direcionado para o portal Gov.br e deverá preencher as informações solicitadas.

Após essa etapa, o postulante será direcionado novamente para a página do Fies, onde deve clicar em "Entrar com Gov.br". Depois de informar o CPF e a senha cadastrada, será redirecionado para o sistema de inscrição do Fies. Nesta página, é preciso preencher novamente as informações solicitadas.

Pré-selecionados e lista de espera
Os pré-selecionados na chamada única do Fies devem complementar a inscrição entre os dias 4 a 6 de agosto. Já os demais candidatos serão incluídos automaticamente na lista de espera e podem disputar uma das vagas. A convocação por meio deste grupo será entre os dias 4 e 31 de agosto. Pelo regulamento, os candidatos pré-selecionados na lista de espera deverão complementar sua inscrição no prazo de três dias úteis, contados do dia subsequente ao da divulgação pelo FiesSeleção.

Cronograma do Fies 2021

- 27 a 30 de julho: inscrições;

- 3 de agosto: divulgação dos candidatos pré-selecionados;

- 4 a 6 de agosto: pré-selecionados precisam complementar informações da inscrição;

- 4 a 31 de agosto de 2021: podem ser convocados candidatos da lista de espera, que devem complementar a inscrição no prazo de 3 (três) dias úteis, contados do dia subsequente ao da divulgação de sua pré-seleção no FiesSeleção.

Itens relacionados (por tag)

  • Colégio Antônio Vieira abre 40 vagas gratuitas para Ensino Médio

    O Colégio Antônio Vieira lançou nesta semana o edital que vai selecionar alunos para estudar de graça no turno noturno do Ensino Médio da escola a partir de 2022. As inscrições acontecem de 5 a 9 de novembro, pelo site do colégio.

    São disponibilizadas 40 vagas exclusivas para ingresso na 1ª série do Ensino Médio. Os alunos poderão continuar nos três anos previstos para concluir a etapa escolar, desde que cumprindo os critérios exigidos, como regularidades na aulas e renda familiar de até um salário mínimo e meio.

    Também é necessário que o aluno seja residente no município de Salvador ou região Metropolitana. A Bolsa de Estudo é anual, individual, pessoal e intransferível, não sendo renovada automaticamente para o ano letivo subsequente. Para que isso ocorra, o aluno contemplado deve passar por um novo processo de avaliação socioeconômica anualmente.

    O Vieira destaca a qualidade do curso, que conta com profissionais que participam dos processos de formação de docentes oferecidos anualmente pela instituição à toda equipe pedagógica.

     

  • Estudo aponta que professores possuem a profissão que a população mais confia

    A pesquisa Global Trustworthiness Index 2021, realizada pelo Instituto Ipsos, aponta que o lugar mais alto do pódio no Brasil é reservado aos professores. Os profissionais da educação foram citados por 68% dos brasileiros como digna de confiança, empatada com os cientistas. Em segundo lugar ficaram os médicos, com 66%. Em terceiro, mesmo que em menor proporção, ficaram os membros das Formas Armadas e os homens e mulheres comuns, ambos com 35%.

    Se os professores estão em primeiro lugar, em contrapartida, os menos confiáveis são os políticos em geral, com 77% da opinião dos brasileiros. O segundo lugar na lista negativa não foi muito diferente: 65% dos entrevistados no país responderam "os membros do governo". Para completar o pódio, os banqueiros não são confiáveis para 47%.

    A pesquisa foi realizada em 28 países e desses o Brasil e o Chile são os que mais confiam nos professores, com percentual de 68% dos respondentes demonstrando confiança. Em segundo lugar está a Rússia (67%) e, na terceira posição, ficam empatados Malásia, China e Arábia Saudita (cada um deles com 65%). Em contrapartida, os japoneses (22%), sul-coreanos (33%) e alemães (40%) são as nacionalidades que menos enxergam a profissão de professor como confiável.

    Já os ofícios que menos inspiram confiança, de acordo com a média global, são os políticos em geral (citados por 63% como não-confiáveis), os membros do governo (54%) e os executivos publicitários (37%) - esses últimos não ganharam destaque na lista brasileira.

    A pesquisa foi realizada on-line e ouviu 19.570 entrevistados com idades entre 16 e 74 anos. Os dados foram coletados de 23 de abril a 07 de maio de 2021. A margem de erro para o Brasil é de 3,5 pontos percentuais. Confira abaixo a lista completa das profissões e o seu percentual de confiabilidade:

    1º - Professores (68%)
    1º - Cientistas (68%)
    2º - Médicos (66%)
    3º - Membros das forças armadas (35%)
    3º - Homens e mulheres comuns (35%)
    4º - Policiais (30%)
    5º - Jornalistas (34%)
    6º - Pesquisadores de opinião (IBGE, IBOPE...) (33%)
    7º - Funcionários Públicos (27%)
    8º - Apresentadores de televisão (26%)
    8º - Juízes (26%)
    9º - Padres, clérigos e pastores (25%)
    10º - Empresários (23%)
    11º - Advogados (22%)
    12º - Publicitários (19%)
    13º - Banqueiros (14%)
    14º - Trabalhadores do governo (9%)
    15º - Políticos em geral (6%)

     

  • Primeiro dia de campanha tem 530 alunos e funcionários testados em escolas de Salvador

    No primeiro dia do projeto piloto de testagem contra a covid-19 nas escolas públicas de Salvador, 530 alunos e funcionários das redes estadual e municipal foram testados. No total, serão 180 mil pessoas a terem amostras coletadas nos colégios baianos, nos próximos três meses. Até agora, 240 dos 417 municípios da Bahia aderiram à campanha, fruto do projeto Partiu! #Testagem nas Escolas, coordenado pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde da Salvador (SMS).

    Foi no Colégio Estadual Eduardo Bahiana, no bairro de Fazenda Grande II, que a coleta começou, nesta segunda-feira (18). Segundo a diretora, Ivani Almeida, 215 pessoas foram testadas na escola nesta segunda, pela manhã, e outras 315 pela tarde. A merendeira Gersonita Melo, 57, foi uma delas. “Nunca peguei covid. Já teve até meu amigo, que teve lá em casa, que pegou, mas, toda vez que faço o teste, dá negativo. Fé em Deus vai dar negativo dessa vez, de novo”, relata Gersonita, que trabalha no colégio há 11 anos.

    Durante o período em que o amigo dela se infectou, ela ficou 14 dias afastada do trabalho. Esse também é o protocolo a ser adotado nesse projeto. Segundo a SMS, além do afastamento dos casos positivos, haverá um monitoramento dos contactantes diretos. As escolas ainda devem coletar dados da comunidade, diariamente, a partir da checagem de uma lista de sintomas. Nenhuma família deve levar o aluno à escola com sintomas gripais.

    CIRCULAÇÃO VIRAL

    Não é preciso ter sintomas para fazer a coleta, pois o objetivo é medir a circulação da carga viral da covid-19, segundo o secretário municipal da saúde de Salvador, Leo Prates. “Houve uma preocupação das mães e pais com o volume de pessoas que estão dentro das unidades escolares. Por isso, é importante fazer o acompanhamento da circulação viral, por amostragem. É um estudo parecido com o inquérito epidemiológico que fizemos”, explica Prates.

    A orientação das secretarias da saúde para o resto do público ainda é testar somente se houver sintomas. “Faremos esse trabalho somente nas escolas, que vivem um momento diferenciado em relação à cidade, porque, agora, a rede estadual também volta de forma 100% presencial”, esclarece o secretário. “Nosso objetivo é garantir a segurança dos alunos e trabalhadores da educação, tranquilizando os pais”, declara Leo Prates.

    Inicialmente, somente os alunos acima de 13 anos serão testados, além dos funcionários. Até a próxima sexta-feira (22), os estudantes menores de 12 anos também serão contemplados. A amostra é aleatória. De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), amostras de cerca de 20% da comunidade escolar serão coletadas. Ao todo, são 32.235 professores na rede estadual de ensino, na Bahia, além de 900 mil alunos. Na rede municipal de Salvador, são 163 mil estudantes e 7.600 professores.

    O tipo de teste usado é o antígeno ou RT-PCR. Caso alguém teste positivo, um novo exame será feito para contraprova. Eles serão analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA). As equipes de epidemiologistas e sanitaristas visitarão uma escola pública diferente a cada dia. O roteiro é definido semanalmente. A próxima escola será no Distrito Sanitário de Brotas, na Escola Municipal Visconde de Cairu.

    Roteiro completo:

    18/10 - Colégio Estadual Eduardo Bahiana - DS Cajazeiras
    19/10 - Escola Municipal Visconde de Cairu - DS Brotas
    20/10 - Escola Municipal Iacy Vaz Fagundes - DS Barra/Rio Vermelho
    21/10 - Colégio Estadual Luiz Fernando Macedo Costa - DS Cajazeiras
    22/10 - Escola Municipal Maria Constância - DS Cabula/Beiru
    Quase 43 mil adolescentes não tomaram 1ª dose

    Além do #Partiu! Testagem nas Escolas, a secretaria municipal da saúde faz outra ação no ambiente escolar: a busca ativa dos alunos faltosos da vacinação contra a covid-19. De acordo com a SMS, são 42.639 adolescentes entre 12 e 17 anos que estão habilitados a se imunizar na capital baiana, mas que ainda não foram aos postos de saúde. Por isso, a secretaria está indo até eles.

    “Estamos indo nas escolas, com algumas equipes volantes, vacinando os alunos que estão autorizados a vacinar pelo Ministério da Saúde. São quase 43 mil, em Salvador, entre 12 e 17 anos. Continuamos nessa busca ativa para garantir a segurança do ambiente escolar”, completa Leo Prates. Além dele, estiveram no início da mobilização, no colégio Eduardo Bahiana, a secretária da Saúde do Estado da Bahia, Tereza Paim, e o superintendente da Secretaria de Educação do Estado, Manoel Calazans.

    Segundo o vacinômetro da SMS, são 2.127.887 soteropolitanos que tomaram uma dose ou a dose única na cidade. Isso corresponde a 73,3% dos habitantes. Já em relação a segunda dose, são 1.389.660 imunizados, ou seja, 50% da população. Os que tomaram a terceira dose, como idosos e trabalhadores da saúde, somam 122.465 pessoas.

     

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.